quinta-feira, 26 de agosto de 2010

MAITE!!!S2

Mi Pecado

Mi Pecado
Esta noche me sabe alivio
Tu recuerdo se avive en mi
Tu suspiro mi fiel testigo
De que sigues estando aqui

Los caminos de la discordia
La manzana por devorar
La tristeza me ha dado un beso
Me suplica ya no llorar

El viento me roza la piel
Y me duele el alma de tanto querer
Ya no sé si muero
Te beso en mis sueños y vuelvo a nacer
(Cual es mi pecado?, Cual es mi pecado?, Cual es mi pecado?)

Será mi pecado talvez uh uh uh
Acaso haber sido mujer
Ahora que hago?
A quién le reclamo, la culpa es de quién?

Será mi pecado talvez uh uh uh
Dios mio, lo puede creer?
Me siento confusa
De pronto me elevo y me vuelvo a caer

El viento me roza la piel
Y me duele el alma de tanto querer
Ya no sé si muero
Te beso en mis sueños y vuelvo a nacer

(Cual es mi pecado?)

Será mi pecado talvez uh uh uh
Quizá haber nacido mujer uh uh uh
Ahora que hago?
A quién le reclamo, la culpa es de quién?

Será mi pecado talvez uh uh uh
Dios mio, lo puede creer?
Me siento confusa
De pronto me elevo y me vuelvo a caer

Será tu pecado
Será mi pecado ser mujer
Será tu pecado
Será mi pecado
Será mi pecado ser mujer

Meu Pecado
Esta noite me sai um alívio
Sua lembrança está viva em mim.
Seu suspiro minha fiel testemunha
De que continua a estar aqui.

Os caminhos da discórdia
A maçã por devorar.
A tristeza me deu um beijo,
Me suplica para não chorar.

O vento me roça a pele
E me dói a alma de tanto amar.
Já não sei se morro
Te beijo em meus sonhos e volto a nascer
(Qual é meu pecado?, Qual é meu pecado?, Qual é meu pecado?)

Será meu pecado talvez,
Acaso ser mulher.
Agora que faço?
A quem reclamo, A culpa é de quem?

Será meu pecado talvez?
Meu Deus podem acreditar
me sinto confusa.
Logo subo e volto a cair

O vento me roça a pele
E me dói a alma de tanto amar.
Já não sei se morro
Te beijo em meus sonhos e volto a nascer

Qual é meu pecado?

Será meu pecado talvez,
Acaso ser mulher.
Agora que faço?
A quem reclamo, A culpa é de quem?

Será meu pecado talvez?
Meu Deus podem acreditar
me sinto confusa.
Logo subo e volto a cair

Será seu pecado?
Será meu pecado ser mulher?
Será seu pecado?
Será meu pecado?
Será meu pecado ser mulher?

Música Malhação!

Que se Dane o Mundo
Adair Cardoso
E que se dane o mundo, e que se dane tudo
Eu largo tudo tudo, pra poder te ver
E se eu não te vejo
Morro em desejos,meu dia fica cinza longe de você,
longe de você
Você foi feita pra mim,
E, eu fui feito pra você
Você nasceu pra me amar,
E, eu nasci pra te querer.
Nós somos estrela e céu, noite e luar,
Nós somos abelha e o mel, amor eu amo te amar.
E que se dane o mundo, e que se dane tudo
Eu largo tudo tudo, pra poder te ver
E se eu não te vejo
Morro em desejos,meu dia fica cinza longe de você,
E que se dane o mundo, e que se dane tudo
Eu largo tudo tudo, pra poder te ver
E se eu não te vejo,
Morro em desejos,meu dia fica cinza longe de você,
longe de você
Eu sou o seu amor, e você é minha paixão.
O cupido Acertou
Foi uma flecha em dois corações.
Nós somos estrela e céu,noite e luar.
Nós somos abelha e o mel,amor eu amo te amar.

E que se dane o mundo, e que se dane tudo.
Eu largo tudo tudo, pra poder te ver.
E se eu não te vejo,
Morro em desejos,meu dia fica cinza longe de você,
E que se dane o mundo, e que se dane tudo.
Eu largo tudo tudo, pra poder te ver.
E se eu não te vejo,
Morro em desejos,meu dia fica cinza longe de você,
longe de você


Christian e Cristiano
Guarde o seu sorriso só prá mim,
que eu te dou o universo em meu olhar.
Se sentir na pele um arrepio,
são meus dedos te tocando prá te contar...
Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã da vida
Guarde o seu sorriso só prá mim,
que eu te dou o universo em meu olhar.
Se sentir na pele um arrepio,
são meus dedos te tocando prá te contar...
Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã da vida
Quero convencer seu coração,
que o meu amor foi feito prá você
Quero te dizer que esta paixão,
não encontra outra forma prá dizer...
Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã da vida
Sou fã do seu jeito
Sou fã da sua roupa
Sou fã desse sorriso estampado em sua boca
Sou fã dos teus olhos
Sou fã sem medida
Sou fã n° 1 e com você
Sou fã, da vida

segunda-feira, 5 de julho de 2010

CAMPANHA

RUANITAS EXPO 2011......

quarta-feira, 30 de junho de 2010

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Debora Falabella

TEENA

Juba(Ainda Não sei seu nome)ótimo ator fez o André também poder paralelo

Juliana Silveira

Duam Socci

Léo

Felipe Camargo

Humberto Martins

Felipe Camargo

Felipe Camargo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência (desde dezembro de 2009)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto ou em notas de rodapé. Encontre fontes: Google — news, books, scholar, Scirus
Felipe Camargo
Nome completo Luiz Felipe de Camargo e Almeida Neto
Nascimento 1 de agosto de 1960 (49 anos)
Rio de Janeiro, RJ
IMDb: (inglês) (português)
Felipe Camargo, nome artístico de Luiz Felipe de Camargo e Almeida Neto (Rio de Janeiro, 1 de agosto de 1960) é um ator brasileiro.
Índice [esconder]
1 Início
2 Década de 90
3 Separação
4 Papéis de menor destaque
5 Retomada
6 Curiosidades
7 Carreira
7.1 Televisão
7.2 Cinema
8 Referências
9 Ligações externas
[editar]Início

Despontou para a fama ao protagonizar a clássica minissérie Anos dourados (1986), de Gilberto Braga, em que fez par romântico com Malu Mader. Em seguida, foi o protagonista da novela Mandala, de Dias Gomes e Marcílio Moraes quando conheceu e se apaixonou por Vera Fischer, sua companheira durante oito anos, em um casamento destacado por brigas e desentendimentos notórios.
[editar]Década de 90

A década de 90 foi marcada por um período de ostracismo em sua carreira. Além do seu envolvimento com as drogas e o casamento conturbado com Vera, envolveu-se em um acidente no qual o jovem de então 21 anos, Agostinho Dias Carneiro Júnior, veio a falecer.[1] Embora na época a imprensa tivesse relatado que, logo após o acidente, Agostinho tivesse sido agredido por Felipe ao invés de ter recebido socorro, até o momento não há referências disponíveis sobre este ocorrido.
[editar]Separação

Com a separação da atriz Vera Fischer, iniciou-se uma árdua batalha judicial pela guarda do filho do casal. Felipe, recuperado da dependência química, conseguiu legalmente a tutela de Gabriel, que já morava com o pai desde os quatro anos de idade, a partir de 1997.
[editar]Papéis de menor destaque

Inevitavelmente sua vida pessoal destacou-se mais sob sua vida profissional. Com isso, deixou de ser chamado para papéis de grande destaque na TV. Insistentemente o ator relutou e tentou impulsionar o quanto pôde a carreira. Porém as oportunidades que apareceram foram apenas personagens secundários. Participou de Andando nas Nuvens, de Euclydes Marinho, Um Anjo Caiu do Céu, de Antonio Calmon, Senhora do Destino, de Aguinaldo Silva, A Padroeira e Alma Gêmea, ambas de Walcyr Carrasco e Cobras e Lagartos, de João Emanuel Carneiro.
Em 2006, chegou a protagonizar Paixões Proibidas, telenovela de época da Rede Bandeirantes, porém sem muita repercussão, onde interpretou o pirata Alberto.
[editar]Retomada

Após um ano sem trabalhos, já desistindo da carreira de ator no Brasil, o carioca preparava-se para viajar aos Estados Unidos. Felipe acredita que, se for pra fazer pequenos papéis, que sejam ao menos no exterior, onde ganha-se em dólar.
Nesse momento de grande angústia e uma incrível vontade de trabalhar, recebeu uma ligação do cineasta Fernando Meirelles, por quem foi convidado a protagonizar a minissérie Som & Fúria, uma parceria da Globo com a O2 Filmes. A atração é vista como a grande retomada de sua carreira. Da mesma maneira que estreou na TV, com um protagonista na Globo, Felipe ressurge a mídia, com destaque e em grande estilo.
É um dos co-protagonistas da nova novela das sete da Globo, Tempos Modernos, de Bosco Brasil.
[editar]Curiosidades


Seções de curiosidades são desencorajadas sob as políticas da Wikipédia.
Este artigo pode ser melhorado integrando ao texto itens relevantes e removendo os inapropriados.
É adepto do Espiritismo (razão pela qual foi escolhido para ser o médico espiritual Dr. Julian Enck em Alma Gêmea) e primo do também ator Jorge Pontual.
Em 1993 tentou a carreira de cantor gravando duas músicas e se apresentando em alguns programas, mas depois desistiu voltando à sua antiga profissão.
[editar]Carreira

[editar]Televisão
Novelas
1986 - Roda de Fogo.... Pedro Garcez
1987 - Mandala.... Édipo Junqueira
1989 - O Sexo dos Anjos.... Adriano
1992 - Despedida de Solteiro.... João Marcos
1994 - Pátria Minha.... Inácio Fonseca
1995 - A Idade da Loba.... Otávio
1998 - Corpo Dourado.... Tadeu
1999 - Andando nas Nuvens.... Bob Lacerda
2001 - Um Anjo Caiu do Céu.... Josué
2001 - A Padroeira.... Frei Tomé
2004 - Senhora do Destino.... Dr. Edmundo Cantareira
2005 - Alma Gêmea.... Dr. Julian Enck
2006 - Cobras & Lagartos .... Sidney (Antônio Carlos Barata da Silva)
2006 - Paixões Proibidas.... Alberto de Miranda
2010 - Tempos Modernos.... Portinho (Vinícius Porto)
Minisséries e Seriados
1986 - Anos Dourados.... Marcos
1999 - Malhação.... Professor Beto
2006 - Filhos do Carnaval.... Anesinho
2009 - Som & Fúria.... Dante Viana
Especiais
1993 - Você Decide, Paixão Mortal
1994 - Você Decide, Abuso Sexual
1997 - Você Decide, A Pestinha
1999 - Você Decide, Liberdade
2000 - Você Decide, Mania de Casar
2001 - Brava Gente, Proezas do Finado Zacarias.... Zacarias
2004 - Carga Pesada, A Gente Chega Lá.... Sebastião
[editar]Cinema
A Wikipédia possui o portal:
Portal Cinema
2006 - Sonhos e Desejos.... Saulo
2005 - Jogo subterrâneo.... Martín
2005 - Odio a Frank Zappa.... Direção
2002 - A paixão de Jacobina.... Genuíno
1999 - O dia da caça.... Raul
1991 - A maldição do Sanpaku.... Poeta
1985 - Urubus e Papagaios
Referências

↑ Título ainda não informado (favor adicionar).
[editar]Ligações externas

Felipe Camargo (em inglês) no Internet Movie Database

Humberto Martins

Humberto Martins
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nota: Se procura rapper e produtor musical homônimo, veja DJ Hum.
Humberto Martins
Nome completo Humberto Martins Duarte
Nascimento 14 de abril de 1961 (49 anos)
Nova Iguaçu, RJ
IMDb: (inglês) (português)
Humberto Martins Duarte (Nova Iguaçu, 14 de abril de 1961) é um ator brasileiro de cinema e televisão.
É pai de Tamires e Humberto Filho, fruto do seu casamento com Ana Lúcia Mansur, e de Nicolle, fruto da sua relação com Andréa Abrahão. O ator foi ainda casado com a apresentadora de televisão Solange Frazão, entre 1999 e 2001.
Já fez um ensaio nu para a extinta revista Íntima.
Estreou fazendo figuração na novela Vale Tudo, de 1988. Seu primeiro papel de destaque foi em Barriga de Aluguel, de 1990.
Participou do sucesso arrebatador Mulheres de Areia, de 1993, como o vaqueiro Alaor.
No ano seguinte, viveu o seu primeiro protagonista em novelas, o Bruno de Quatro por Quatro.
É um dos atores prediletos do autor Carlos Lombardi, tendo participado de diversos trabalhos do mesmo, entre eles: Vira Lata, como o protagonista Lenin, Uga Uga, como o protagonista Baldochi, a minissérie O Quinto dos Infernos como o co-protagonista Chalaça, Kubanacan como o co-protagonista General Camacho e Pé na Jaca, em que fez um participação especial como Merlim.
Em 1998, protagonizou ao lado de Cristiana Oliveira a novela Corpo Dourado. Cristiana é a atriz com quem o ator mais contracenou, foram quatro novelas e uma minissérie.
Em 2005, fugindo ao estereótipo dos homens descamisados que constumava interpretar encarnou o empresário Larte de América, e no ano seguinte, 2006, foi o feitor Bruno de Sinhá Moça.
Em 2008, viveu o antagonista principal de Beleza Pura, o médico Renato, sendo o segundo de sua carreira; o primeiro foi em Quatro por Quatro.
Em 2009, despontou como o inescrupuloso empresário Ramiro Cadore na premiada Caminho das Índias.
Ao longo de sua carreira fez uma única atuação no cinema, em que viveu o personagem homônimo no longa Tiradentes.
Foi destaque da última alegoria do desfile campeão do GRES Aliança de Joaçaba-SC em 2009.
Índice [esconder]
1 Televisão
1.1 Telenovelas
1.2 Minisséries
1.3 Especiais
2 Cinema
3 Ligações externas
[editar]Televisão

[editar]Telenovelas
2010 - Escrito nas Estrelas - Dr. Ricardo Aguillar
2009 - Caminho das Índias - Ramiro Cadore
2008 - Beleza Pura - Renato Reis
2007 - Pé na Jaca - Merlim
2006 - Sinhá Moça - Feitor Bruno
2005 - América - Laerte Vila Nova
2003 - Kubanacan - General Carlos Camacho
2001 - O Clone - Aurélio
2000 - Uga Uga - Bernardo Baldochi
1998 - Corpo Dourado - Chico
1996 - Vira-Lata - Lenin
1994 - Quatro por Quatro - Bruno
1993 - Mulheres de Areia - Alaor de Almeida Passos
1992 - Pedra sobre Pedra - Iago
1990 - Barriga de Aluguel - João dos Santos
1989 - O Sexo dos Anjos - Otávio
1988 - Vale Tudo - Recepcionista
[editar]Minisséries
2007 - Amazônia, de Galvez a Chico Mendes - Augusto
2002 - O Quinto dos Infernos - Francisco Gomes, o Chalaça
1999 - Chiquinha Gonzaga - Artur
1994 - A Madona de Cedro - Maneco
1992 - Tereza Batista - Jereba
1991 - Floradas na Serra
[editar]Especiais
2007 - Casos e Acasos - Lauro
2006 - A Diarista, Até Que a Nete os Separe - Beto
2004 - A Diarista, Mulheres Que Enchem o Saco Demais - Benito
2004 - Casseta & Planeta Urgente - Catwoman
2000/01 - Brava Gente - Boto
1999 - Sai de Baixo, Que Drag de vida! - Juraci
1999 - Você Decide, O Dragão e a Borboleta
1999 - Você Decide, O lobisomem
1997 - Você Decide, Aconteceu em Copacabana
1997 - Você Decide, Enrascada
1995 - O Feiticeiro do Vento
1994 - Você Decide, Copacabana
1994 - Você Decide, O Legado
[editar]Cinema

1999 - Tiradentes, de Oswaldo Caldeira - Joaquim José da Silva Xavier
[editar]Ligações externas


O Wikiquote tem uma coleção de citações de ou sobre: Humberto Martins.
Humberto Martins (em inglês) no Internet Movie Database

Carlos Machado

Humberto Carrão

Gabi Herpes(adorrooo!!ceara)

Alinne Moraes

Alinne Moraes
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alinne Moraes

Alinne Moraes
Nome completo Aline Cristine Dorelli de Magalhães Moraes
Nascimento 22 de dezembro de 1982 (27 anos)
Sorocaba, SP
Brasil
Ocupação Atriz
Trabalhos notáveis
Luciana em Viver a Vida
Maria Silvia Barreto em Duas Caras
Penny McGold Lane em Bang Bang
Nina em Como uma Onda
Moa Nascimento em Da Cor do Pecado
Clara em Mulheres Apaixonadas
Rosana em Coração de Estudante
IMDb: (inglês) (português)
Aline Cristine Dorelli de Magalhães Moraes (Sorocaba, 22 de dezembro de 1982), ou apenas Alinne Moraes, é uma atriz e modelo brasileira.
Seu prenome, Aline, é escrito com apenas uma letra n. O segundo n foi acrescentado por influência da numerologia. Ficou bastante conhecida ao fazer a Clara, em Mulheres Apaixonadas e o ápice de sua carreira veio recentemente, ao interpretar a psicopata Sílvia, em Duas Caras. Estreou na telenovela Viver a Vida, na faixa das 21h, onde interpretou a modelo Luciana, filha de Marcos (José Mayer) e rival de Helena (Taís Araújo), ex-mulher de seu pai.
Índice [esconder]
1 Carreira
1.1 Televisão
1.2 Modelo
1.3 Cinema
2 Filmografia
2.1 Televisão
2.2 Cinema
3 Referências
4 Ligações externas
[editar]Carreira

[editar]Televisão
Alinne estreou na televisão em 2002, na novela Coração de Estudante (exibida às 18h), na qual interpretou a adolescente grávida Rosana. No ano seguinte, em Mulheres Apaixonadas interpretou a estudante lésbica Clara, uma personagem bastante polêmica, que rendeu à atriz o prêmio de Atriz Revelação de 2003 no troféu "Melhores do Ano", do Domingão do Faustão. Em Da Cor do Pecado (2004, na faixa das 19h), a atriz interpretou a surfista Moa, que se envolveu com o protagonista Paco (Reynaldo Giannechini) durante boa parte da trama e tornou-se coprotagonista. Entre 2004 e 2005, a atriz viveu Nina, na novela Como Uma Onda, sua primeira protagonista. Em 2005 e 2006, Alinne viveu a romântica Penny Lane na novela Bang Bang, na faixa das 19h.
Entre 2007 e 2008, Alinne viveu um de suas mais marcantes personagens: a vilã psicopata Maria Sílvia, de Duas Caras. Primeira vilã da atriz, a personagem foi um dos grandes fatores que alavancaram a audiência da trama de Aguinaldo Silva, exibida às 21h.
Atualmente, a atriz está em Viver a Vida, novamente na faixa das 21h, onde interpreta a ex-modelo Luciana, filha de Marcos (José Mayer), que no início da trama era rival de Helena (Taís Araújo), esposa de seu pai, mas sofreu um acidente de ônibus que a deixou tetraplégica.
Em 20 de janeiro de 2010, Alinne Moraes foi internada na Clínica São Vicente, na Gávea (Rio de Janeiro), com quadro de infecção renal.[1] A atriz recebeu alta no dia 24 de janeiro, um domingo,[2] e retomou as gravações da novela na quinta-feira, dia 28.[3]
A atuação de Alinne em Viver a Vida rendeu à atriz o Prêmio Faz Diferença 2009, concedido pelo jornal O Globo, na categoria "Revista da TV", recebeu o Prêmio Contigo e também o troféu Melhores do Ano 2009, do Domingão do Faustão, ambos como melhor atriz de 2009.
[editar]Modelo
Alinne iniciou sua carreira de modelo aos 12 anos de idade e viajou para Tóquio, Paris, Milão e New York.
Em 2004, devido ao sucesso da surfista Moa (em Da Cor do Pecado), Alinne foi eleita a mulher mais sexy do mundo pela revista VIP, em Novembro. Em 2008, devido ao sucesso de sua vilã Sílvia (em Duas Caras), a atriz foi capa da primeira edição da versão brasileira da revista Maxim (uma das maiores revistas masculinas do mundo), em Agosto de 2008.
Em 2009 posou nua para o livro "Mario de Janeiro Testino", do fotógrafo peruano Mario Testino, junto com Fernanda Lima, Grazi Massafera e outros famosos.[4] No mesmo ano, em novembro, foi capa da revista Rolling Stone no Brasil.[5]
[editar]Cinema
Em 2006, após o término de Bang Bang, Alinne estreou no cinema, onde protagonizou a comédia romântica Fica Comigo Esta Noite, cujo elenco ainda tinha Vladimir Brichta, Laura Cardoso, Gustavo Falcão e Milton Gonçalves.
Em 2009, a atriz interpretou uma garota de programa no filme Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas, segundo filme da série protagonizada originalmente por Luiz Fernando Guimarães e Fernanda Torres.
[editar]Filmografia

[editar]Televisão
Ano Título Papel Nota
2002 Coração de Estudante Rosana Santos
2003 Mulheres Apaixonadas Clara Rezende
2003 Os normais - Participação especial
2004 Celebridade Ela mesma Participação especial
2004 Da Cor do Pecado Moa Nascimento Mattar
2005 Como uma Onda Mônica Paiva Cascaes (Nina)
2005 Bang Bang Penny McGold Lane
2007 Duas Caras Maria Sílvia Barreto Pessoa de Moraes
2008 Casos e Acasos Giane Participação especial
2009 Turma do Didi Ela mesma Participação especial
2009 e 2010 Viver a Vida Luciana Saldanha Ribeiro
[editar]Cinema
Ano Título Papel
2006 Fica Comigo Esta Noite Laura
2009 Os Normais 2 Prostituta
Referências

↑ Título ainda não informado (favor adicionar).
↑ Título ainda não informado (favor adicionar).
↑ Título ainda não informado (favor adicionar).
↑ Cauã Reymond, Grazi Massafera, Alinne Moraes e outros famosos tiram a roupa para Mario Testino.
↑ TERRON, Paulo. Pele de Atriz Rolling Stone.
[editar]Ligações externas

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Citações no Wikiquote
Categoria no Commons
Veja Online - entrevista com Alinne Moraes
Alinne Moraes (em inglês) no Internet Movie Database

Eu no Palco!

video

"I Love u Neide"teatro ótimo monologo/Daniel dalcin foto

Lua Nova Perfeito

Marcos Pitombo

Marjorie Estiano

Marjorie Estiano
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Marjorie Estiano

Marjorie Estiano
Informação geral
Nome completo Marjorie Dias de Oliveira
Data de nascimento 8 de março de 1982 (28 anos)
Origem Curitiba, Paraná
País Brasil
Gêneros MPB, pop/rock
Ocupação cantora, compositora, atriz
Instrumentos vocal
Período em atividade 2003 — presente
Gravadoras Universal Music (2004—2008)
Afiliações Victor Pozas, Alexandre Castilho, André Aquino, Rita Lee
Página oficial marjorieestiano.com.br
Marjorie Estiano[1] (nascida Marjorie Dias de Oliveira; Curitiba, 8 de março de 1982) é uma atriz, cantora e compositora brasileira. Seu primeiro papel foi como a antagonista Natasha no seriado Malhação, em seguida veio sua primeira protagonista, Maria Paula, na novela Duas Caras; co-protagonizou Páginas da Vida. Seus maiores sucessos são "Você Sempre Será", "Por Mais que Eu Tente", "Espirais" e "Tatuagem".
Índice [esconder]
1 Biografia
2 Carreira
2.1 Filmografia
2.2 Discografia
3 Prêmios e Indicações
4 Referências
5 Ligações externas
[editar]Biografia

Aos 18 anos, após concluir o curso técnico de artes cênicas no Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba, Marjorie mudou-se para São Paulo, onde cursou a faculdade de Música por dois anos e, depois, Publicidade, por mais um ano. Nesse período, atuou em algumas peças de teatro e fez comerciais de televisão. Fez parte de um grupo de garçons cantores que faziam performances de clássicos do cinema, como Grease e Cabaret, chamado Cine in Show.
Em 2003, após passar em um teste para cursar a Oficina de Atores da Rede Globo, Marjorie mudou-se para o Rio de Janeiro. Entrou para o elenco fixo de Malhação, onde interpretou a personagem Natasha, a baixista do grupo musical Vagabanda, e que a tornou conhecida do grande público.
A partir de Malhação, Marjorie começou a gravar demos e a apresentá-los em gravadoras, até que a Universal Music aceitou lançar o CD, que começou a ser distribuído nas lojas no dia 30 de abril de 2005. Disco lançado, a cantora decidiu apresentar-se pelo Brasil e o espetáculo estreou em julho de 2005.
Em novembro de 2005, Marjorie lançou o primeiro DVD que, além das músicas do CD de estréia, traz a leitura da cantora para os sucessos Miss Celie's Blues, tema do filme A Cor Púrpura; Até o Fim, clássico de Chico Buarque; e This Love', do Maroon 5, entre outros.
O CD vendeu mais de 175 mil cópias e o DVD atingiu a marca de 42 mil cópias vendidas[carece de fontes]. Ambos foram lançados pela Universal Music. Em 2005, a canção Você sempre será foi a segunda música mais executada nas rádios de todo o Brasil[carece de fontes], impulsionando o CD para o topo dos mais vendidos.
No episódio da série Sob Nova Direção, Marjorie fez a personagem Nelly Li, uma mistura Nelly Furtado e Negra Li, e tembem cantou a canção Espirais do CD Flores, Amores e Blablablá, e a canção O Rap da Gaginha, com Ingrid Guimarães.
Em 2006, Marjorie integrou o elenco da telenovela Páginas da Vida, de Manoel Carlos. Na trama ela viveu Marina, a personagem que luta para tentar salvar o pai do alcoolismo. Como cantora, ganhou o Prêmio Multishow de Revelação.
Em 2007, Marjorie finalizou o segundo CD, Flores, Amores e Blábláblá, que incluiu uma canção de Rita Lee, uma canção da sua própria autoria, Oh! Darling (dos Beatles) e a canção Espirais. No mesmo ano entra pro seleto grupo das que protagonizam novelas das oito da Globo, fazendo a protagonista Maria Paula em Duas Caras, onde foi criticada por sua atuação. Mais Marjorie não se deixou abater, e em 2009 depois de ter sido elogiada pelo autor Aguinaldo Silva de que ela é a mocinha perfeita, Marjorie é convidada para participar de Caminho das Índias (novela de Glória Perez), onde fez Tônia, um personagem meio cômica que a atriz fez com tanto entusiasmo.
[editar]Carreira

[editar]Filmografia
Televisão
Ano Trabalho Papel Notas
2003 Malhação Fabiana Participação especial
2004 Malhação Natasha Ferreira Antagonista
2005 Coadjuvante
2006 Páginas da Vida Marina Martins de Andrade Rangel Coadjuvante
2007 Duas Caras Maria Paula Fonseca do Nascimento Protagonista
2007 Sob Nova Direção Nelly Li Episódio "A Dona da Voz"
2009 Caminho das Índias Antônia Cavinato Cadore (Tônia) Co-protagonista
2010 S.O.S. Emergência Flávia Menezes Episódio "Na saúde e na doença"
Teatro
Ano Peças Papel Notas
2010 Corte Seco -
Cinema
Ano Filmes Papel Notas
2010 Malu de Bicicleta Sueli Baseado no romance homônimo de Marcelo Rubens Paiva
[editar]Discografia
Ver artigo principal: [[Discografia de Marjorie Estiano]]
Disco
Ano Disco Certificação pela ABPD[2] Vendas[3]
2005 Marjorie Estiano Platina 260 mil
2007 Flores, Amores e Blablablá - 40 mil
2010 TBA - ...
DVDs
Ano DVD Certificação Vendas
2005 Marjorie Estiano e Banda ao Vivo ouro 25 mil
Turnês
Ano Turnê Nº de shows Divulgando o CD
2005-2006 Marjorie Estiano e Banda - Marjorie Estiano
2007-2008 Flores, Amores e Blablablá Tour - Flores, Amores e Blablablá
2009 Combinação Sobre Todas As Coisas - Nenhum
[editar]Prêmios e Indicações

Ano Prêmio Nomeação Categoria Resultado
1999 Festival de Teatro Lala Schneider Marjorie Estiano Melhor Atriz Venceu
2004 Melhores do Ano Marjorie Estiano Atriz Revelação Indicação
2005 Melhores do Ano "Você Sempre Será" Música do Ano Venceu
Troféu Leão Lobo Marjorie Estiano Cantora Revelação do Ano Venceu
Meus Prêmios Nick Marjorie Estiano Cantora Revelação do Ano Venceu
IV Prêmio Jovem Brasileiro Malhação Melhor Atriz Venceu
2006 Prêmio Multishow de Música Brasileira Marjorie Estiano Cantora Revelação Venceu
Grammy Latino Marjorie Estiano Melhor Artista Revelação Indicação
Marjorie Estiano Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro Indicação
2007 Prêmio Contigo! Páginas da Vida Melhor Atriz Coadjuvante Indicação
Prêmio PMA 2007 Flores, Amores e Blablablá CD Nacional Indicação
Duas Caras Melhor Atriz Indicação
Marjorie Estiano Melhor Cantora Venceu
2008 Grammy Latino Flores, Amores e Blablablá Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro Indicação
2009 Meus Prêmios Nick Caminho das Índias Melhor Atriz Indicação
Referências

↑ O Estiano do nome artístico é o sobrenome de seu avô paterno.[carece de fontes]
↑ ABPD | Associação Brasileira dos Produtores de Disco
↑ ABPD | Níveis de Certificação - Lançamentos entre 1 de jan/2004 e 31 de dez/2005
[editar]Ligações externas


O Wikiquote tem uma coleção de citações de ou sobre: Marjorie Estiano.
Marjorie Estiano (em inglês) no Internet Movie Database
Site oficial
Myspace oficial
Alexandre Nero
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência (desde março de 2010)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto ou em notas de rodapé. Encontre fontes: Google — news, books, scholar, Scirus

Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo. (desde março de 2010)
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Alexandre Nero
Nome completo Alexandre Nero Vieira
Nascimento 13 de Fevereiro de 1970 (40 anos)
Curitiba, PR
Ocupação músico, ator e cantor
Cônjuge Fabiula Nascimento
Trabalhos notáveis Vanderlei em A Favorita e Terêncio em Paraíso
Página oficial
IMDb: (inglês) (português)
Alexandre Nero (Curitiba, 13 de fevereiro de 1970) é um cantor, compositor, músico, arranjador, sonoplasta, diretor musical e ator brasileiro. Ficou famoso por suas atuações no teatro, principalmente no espetáculo ‘’ Os Leões ’’ e após ter feito o papel do verdureiro Vanderlei em A Favorita. Como músico e ator, acumula 50 trabalhos em espetáculos de música, teatro, cinema, TV e dança. É o idealizador e fundador da ‘’ Associação dos compositores da cidade de Curitiba ‘’ em 1994. Foi integrante do ‘’ Grupo Fato ‘’ de 1997 à 2007. Em 2008 foi contratado pela Rede Globo e vem tendo grande destaque nacional. Atualmente está gravando seu nome cd, intitulado de Vendo amor, em suas mais variadas formas, tamanhos e proporções , com previsão de lançamento em 2010.
Índice [esconder]
1 Carreira
1.1 Na televisão
1.2 No cinema
1.3 No teatro
2 Discografia
3 Trilhas para teatro
4 Prêmios
5 Ligações externas
[editar]Carreira

[editar]Na televisão
2007 - Casos e Acasos - Marcos
2008 - A Favorita- Vanderlei
2009 - Paraíso - Terêncio
2009 - Dó-Ré-Mi-Fábrica - Lamartine
2010 - Escrito nas Estrelas - Gilmar
[editar]No cinema
2006 - Corpos Celestes
2003 - O Preço da Paz - Alferes Pimentel
1998 - Rosinha, Minha Sereia
[editar]No teatro
2008 - Bolacha Maria - um punhado de neve que restou da tempestade”
2006 - Os Leões
2002 - Linguiça no campo
2000 - A Bruxinha que era boa
1998 - O Processo
1997 - Pluft, O fantasminha
1996 - Agora é que são elas
1995 - Chicago 1930
[editar]Discografia

- Solo
2001 - Maquinaíma
1995 - Camaleão
- Em grupo
2007 - Chic Science
2006 - Denorex80
2005 - Musicaprageada
2002 - Oquetalá VIVO
1999 - Oquelatá quelateje
[editar]Trilhas para teatro

2007 – O colecionador de destinos.
2004 - O grande rei leão.
[editar]Prêmios

Contigo de tv (2008)
Ator revelação
Melhores do ano (2008)
Finalista de ator revelação
Prêmio da crítica (2006)
Melhor espetáculo no festival de Teatro de Curitiba pela peça Os Leões
Troféu da Gralha Azul (2004)
Melhor composição musical do ano para teatro pelo espetáculo O grande rei Leão
(Foi apenas indicado)
Prêmio Saul Trumpet (2002)
Melhor cantor do estado pelo cd Oquetalá VIVO
2001
Melhor cantor pelo o cd Maquinaíma
Melhor letrista do ano (Maquinaíma)
Melhor CD do estado (Maqunaíma)
2000
Melhor cd do estado (Oquetalá VIVO)
Melhor show do ano, com o grupo Fato pelo show Oquetalá Quelateje
1997
Melhor compositor do estado pelo show Fogo Mordido
Melhor show do ano, com o grupo Fato, pelo show Fogo Mordido
1995
Indicado a melhor show do ano por Camaleão
Melhor compositor por Camaleão
Melhores do ano, Jornal Gazeta do Povo
Indicação de melhor ator coadjuvante pelo espetáculo Oizintocavéis

Alexandre Nero

Guilherme Leicam

PEÇA MÃOS AO ALTO

SÉRGIO DE ABREU